quinta-feira, 12 de agosto de 2010

O canto dos escravos

Nos anos oitenta hospedei na minha casa em Brasília um indiano que me contou sobre a evolução do poder a partir das construções. No inicio foram as cavernas, depois as choupanas, as casas grandes, os castelos, as catedrais, os arranham céus e as antenas. Em São João da Chapada, nas proximidades de Diamantina, onde nasceu Aires da Mata Machado Filho, filólogo, autor do livro “O negro e o garimpo em Minas Gerais” tem um exemplo desta trajetória da evolução do poder, aí na foto de cima.

Neste povoado foram extraídos muitos diamantes pela mão negra e escrava. Aires coletou letras e músicas que os negros cantavam no trabalho, na diversão e nos ofícios religiosos. Em 1929, o filólogo viajou para São João da Chapada, e ouviu umas cantigas em língua africana ouvidas outrora nos serviços de mineração. Algumas delas estão no livro - em partituras com letra e melodia. Em 1982 Clementina de Jesus, Geraldo Filme e Tia Doca interpretaram 14 cantigas ancestrais dos negros Benguelas (Vissungos) gravadas no disco O Canto dos Escravos da série Memória Eldorado.
Vissungos - palavra que vem do umbundo ovisungo (cantiga, cântico), conforme ensina Nei Lopes em seu Dicionário Banto do Brasil. Mata Machado sustenta a importância dos vissungos, sua influência nos começos daquele arraial e mais “os vestígios da língua das cantigas na linguagem corrente, na onomástica e na toponímia” – os vestígios de um dialeto banto num tempo em que se pensava que a língua dos negros trazidos como escravos para o Brasil resumia-se ao nagô.

Abaixo de São João da Chapada tem o Quartel do Indaiá (homenagem a uma palmeira). Já foi um quilombo.
Umas duas dezenas de casas, a Capela de Santa Rita, umas galinhas pastando, uma horta coletiva, uma mulher levitando em frente da sua casa nos fundos da capela fazem parte deste cenário.
Nesta viagem fomos eu e o Nem de Tal. Antes, quando esteve em São Paulo (junho de 2010), me presenteou o livro do Aires.

Um comentário:

Isadora disse...

Oi Juvenal! Aqui é a Isadora que conversou com você na palestra...
Adorei seu blog, percebi um ótimo esboço do livro que falou em fazer.
Boa sorte, e parabéns.
(isa_carvalho06@hotmail.com)